Como lidar com as expectativas

expectativasAs nossas expectativas são uma grande fonte de complicação em nosso dia a dia. Elas podem nos conduzir a tremendas frustrações, tanto conosco mesmos como com aqueles que nos cercam. Mas, será que existe alguma forma de não nos frustrarmos com essas coisas? Sim, existe: diminuindo nossas expectativas!

Expectativa, segundo o dicionário Michaelis, é uma “situação de quem espera uma probabilidade ou uma realização em tempo anunciado ou conhecido; ou uma esperança, baseada em supostos direitos, probabilidades ou promessas”. Partindo dessa definição, podemos perceber que expectativa é algo que esperamos que aconteça seja por meios próprios ou por intermédio de alguém.

Pois bem, daí surgem várias situações que nos tiram do eixo, por exemplo, a irritabilidade, o consumismo e a adicção. Cada pessoa manifestará sua frustração com as expectativas não atendidas de uma forma. Alguns ficarão extremamente irritadiços e estressados, descontando suas decepções nas pessoas que estiverem próximas. Outros irão ao shopping para descontar toda a sua frustração em compras dispendiosas e desnecessárias. E, por fim, alguns debandarão para o vício das drogas e bebidas (adicção).

Seja qual for as consequências das nossas altas expectativas, é preciso que baixemos seus índices. Para isso, podemos diminuí-las seguindo esses cinco princípios:

  1. Identificando e comunicando. Muitas de nossas expectativas não acontecem simplesmente porque não sabemos ou não assumimos que elas existem. Logo, é interessantíssimo que identifiquemos tal necessidade e, mais, comuniquemos tais coisas às pessoas que podem nos ajudar a alcançá-las, pois as falhas na comunicação são responsáveis por muitos desentendimentos;
  2. Verificando sua coerência. As nossas expectativas estão de acordo com a realidade, ou seja, podemos ou temos condições de conseguir tal coisa com os recursos que dispomos atualmente. Muitas vezes vale a pena planejar bem nossos sonhos para que, em um momento oportuno, possamos realizá-los sem grandes decepções;
  3. Dizendo não. Em muitos casos precisamos aprender a dizer não para os nossos melindres e vontades. Em outros, para não frustrarmos as expectativas alheias, precisaremos dizer um sonoro não assim que percebermos uma necessidade que não temos condições de atender. Sempre será melhor ser franco e dizer não do que gerar expectativas que não serão atendidas;
  4. Tendo paciência.  Precisamos aprender a não sermos imediatistas. Muitas coisas levam um determinado tempo para acontecer. A vida é assim. (Por exemplo, comigo as coisas levam demasiado tempo para acontecer, portanto, aprendi a me resignar. No entanto, se a coisa for factível, não desistirei, mesmo que leve muito tempo);
  5. Esperando o inesperado. Apesar de termos planos, nem sempre eles saem como planejado. Então, se é assim, estejamos abertos às surpresas que a vida pode nos trazer. Encaremos a vida de forma realista e com bom humor, pois tudo pode dar errado. Precisamos aplicar esse princípio às circunstâncias e também aos nossos relacionamentos.

Ter expectativas é algo natural. Sempre que investimos em alguma coisa, criamos a expectativa de um resultado. No entanto, é preciso ir com calma nas cobranças e entender que os resultados podem ser positivos ou negativos. O entendimento disso e a prática dos cinco princípios acima podem nos levar a um gerenciamento adequado de nossas expectativas, evitando que vivamos decepcionados e pessimistas diante da vida.

É isso, um abraço a todos e fiquem na paz.

* Imagem: http://kdimagens.com

Anúncios

2 opiniões sobre “Como lidar com as expectativas

  1. É um otimo artigo. Tenho aprendido que nem tudo ou quase nada é como queremos no tempo que queremos, e esperar, ter paciencia, ponderar, e acreditar q se é para ser será, tem me ajudado a caminhar.

    • Obrigado Lucia! E como esse aprendizado é difícil de se viver em nossa sociedade imediatista! (rsrs) Às vezes, dá vontade de chutar o balde, mas a longanimidade deve ser sempre o caminho que devemos seguir. Abraços e fique na paz!

O que você achou do artigo? Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s