Nossa relação com o dinheiro

"Image courtesy of dan / FreeDigitalPhotos.net"Geralmente, a relação que temos com o dinheiro é de amor ou ódio. Dificilmente adotamos uma postura neutra com relação a ele. No entanto, quer gostemos ou não do dinheiro, temos uma relação longa e duradoura com ele.

Mas afinal, como podemos definir o dinheiro? Segundo Guilherme do blog Valores Reais, “o dinheiro nada mais é do que uma ferramenta para melhorar a qualidade de sua vida”. Já para Joe Dominguez e Vicki Robin, autores do livro “Dinheiro e Vida”, é “algo pelo que escolhemos trocar a nossa energia vital”. Sendo que energia vital é o tempo de vida que temos até a nossa morte.

Um conceito mais formal é dado pelo Banco Central do Brasil: “O dinheiro, seja em que forma se apresente, não vale por si, mas pelas mercadorias e serviços que pode comprar. É uma espécie de título que dá a seu portador a faculdade de se considerar credor da sociedade e de usufruir, através do poder de compra, de todas as conquistas do homem moderno”.

Independentemente da forma como entendemos o dinheiro, o que define e declara o seu real valor para nós é como nos relacionamos com ele. Para Marcia Tolotti, em artigo escrito para a Revista Carta Capital, a nossa relação se dá em quatro grandes categorias: o dinheiro pode representar liberdade, segurança, poder ou relacionamento.

Joe Dominguez e Vicki Robin acreditam que nosso relacionamento com o dinheiro acontece a partir de quatro perspectivas:  esfera prática e física (as trocas que fazemos no dia a dia), esfera emocional/psicológica (segurança, poder, aceitação social, algo maléfico), esfera cultural (mitos e crenças ligadas ao dinheiro), a esfera da responsabilidade e transformação pessoal (o quanto podemos contribuir à sociedade quando temos o conceito correto).

O fato é que, para a maioria das pessoas, o relacionamento com o dinheiro se dá na perspectiva emocional /psicológica. A nossa história pessoal, a falta ou abundância do dinheiro ao longo da vida, dentre outras coisas, irão definir como agimos em relação a ele, ou seja, cada um de nós enxergará o dinheiro sob um dos pontos de vista abaixo:

  1. Dinheiro como segurança: ocorre quando a mais importante função do dinheiro é dar provisão para despesas futuras;
  2. Dinheiro como poder: quando o dinheiro significa controlar pessoas e organizações;
  3. Dinheiro como aceitação social ou relacionamentos: quando se utiliza o dinheiro para estar próximo de quem se gosta;
  4. Dinheiro como algo maléfico: ocorre quando se transforma o dinheiro no problema;
  5. Dinheiro como liberdade: quando se utiliza o dinheiro para fazer o que bem entende da vida.

De um modo ou de outro, acabamos nos relacionando assim com o dinheiro, sendo que, na realidade, o ideal é que buscássemos uma forma mais nobre de viver essa relação, como por exemplo, em uma esfera de responsabilidade para com os outros e de transformação pessoal de cada um de nós. O dinheiro deve ser entendido como um meio e não como um fim em si mesmo, ou seja, por meio dele conseguimos mais tempo, mais relacionamentos e mais significado na vida, e não o contrário, por causa dele não temos tempo, relacionamentos e vida.

Precisamos aprender a olhar para o dinheiro de forma neutra, simplesmente como um instrumento pelo qual trocamos nosso tempo (energia vital) para efetuar as negociações necessárias para a vida em sociedade. Se usado adequadamente (não importa se é pouco ou muito) poderá ser um meio para garantir nossa realização pessoal e, inclusive, para ajudar aqueles que não conseguem adquiri-lo.

Por hoje é só, um abraço e fiquem na paz!

*Imagem: “cortesia de dan / FreeDigitalPhotos.net”

Anúncios

Uma opinião sobre “Nossa relação com o dinheiro

  1. Pingback: Passo 1 – Parte A: Quanto dinheiro você já ganhou na vida? « Simples e Frugal

O que você achou do artigo? Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s