O caminho da simplicidade

Leo Babauta, em seu livro “Quanto menos, melhor”, nos ensina que o caminho para se alcançar a simplicidade se resume em dois passos:

  1. Identificar o que é essencial.
  2. Eliminar o resto.

Aqueles que buscam a simplicidade, inevitavelmente, se depararão com a questão do que é essencial para nossa vida. Responder a essa questão, torna-se, então, o mais importante desafio para aqueles que querem viver a simplicidade.

Ao fazermos o esforço intelectual necessário para descobrir as coisas que nos são essenciais e estão condizentes com nossos valores, perceberemos quantas coisas desnecessárias acumulamos em nossa vida: rancor, mágoas, ansiedade, temores, objetos e dinheiro.

Descobrir o que é essencial em nossa vida, é descobrir o propósito de nossa existência. Quando temos consciência do por quê estamos aqui, temos mais vontade de viver e contribuir com os outros. Descobrir o propósito de vida é o primeiro passo para quem quer ter uma vida simples.

O propósito de nossa vida não precisa, necessariamente, ser a salvação do mundo. O nosso propósito pode ser algo bem simples como ter uma família feliz, morar no interior, ajudar os pobres, ser missionário, ser professor, ser empreendedor. Lembrando que, o próprio propósito pode mudar ao longo do tempo, pois com a experiência de vida que acumulamos, nossas aspirações podem ser mudadas.

Esse princípio, da identificação do essencial, deve ser aplicado, também, nas coisas do cotidiano, pois nos ajudará a simplificar a vida. Ao estabelecermos limites, escolhendo investir nosso tempo e recursos somente naquilo que é essencial, evitaremos um sem número de complicações desnecessárias.

Como nos ensina Leo Babauta, até mesmo a escolha desse essencial deve ser cuidadosa, pois o objetivo dessa escolha é gerar um grande impacto utilizando o mínimo de recursos. Por exemplo, se o seu objetivo é parar de fumar e você entende que isso é essencial, então, foque nesse projeto até que consiga. Para, somente depois, tentar parar de beber.

Para nos ajudar nessa descomplicação da vida, as perguntas abaixo podem ser uma ajuda preliminar:

  • O que é essencial para mim? Qual é o propósito de minha vida?
  • O que eu gostaria de simplificar? Quais áreas de minha vida estão sobrecarregadas?
  • Quais são as limitações que preciso estabelecer em minha vida?

A vida corrida que levamos nos impedem de refletir sobre essas coisas, mas se realmente queremos mudar o curso de nossa história, precisamos parar e respondar essas perguntas e seguir o caminho da simplicidade.

Por hoje é só! Até o próximo artigo.

Anúncios

5 opiniões sobre “O caminho da simplicidade

  1. E quando ainda não conseguimos identificar as respostas para as perguntas? Tem alguma sugestão? rsrsrs

    ◦O que é essencial para mim? Qual é o propósito de minha vida?
    ◦O que eu gostaria de simplificar? Quais áreas de minha vida estão sobrecarregadas?
    ◦Quais são as limitações que preciso estabelecer em minha vida?

    • Rô, tente responder cada questão, uma de cada vez, nem que para isso você leve um mês (ou mais), pois na medida em que conseguir responder a essas perguntas, mais claro ficará as coisas que são necessárias para simplificar a sua vida. Eu tentei pular essa etapa e ir para coisas mais práticas e não deu certo… o melhor mesmo é criar coragem, enfrentar as questões, uma a uma, e respondê-las. Escolha uma questão e reflita sobre ela todas as manhãs, sem pressa e sem medo. Ore e reflita. Faça isso o tempo que for necessário até que tenha certeza da resposta, aí então, passe para a próxima questão e repita o mesmo procedimento. Pelo fato de sermos pouco instigados a pensar nessas coisas, elas são bem difícieis de se pensar, mas o resultado é muito gratificante. Levei quase dois meses para chegar às minhas conclusões, mas pode ser que leve menos tempo que isso (ou mais…). É isso, um abraço!

  2. Pingback: A simplicidade interior « Simples e Frugal

  3. Pingback: Como simplificar a vida « Simples e Frugal

O que você achou do artigo? Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s